Desafios para a Transformação Digital

O tema da transformação digital está nas listas de preocupações dos executivos de negócios de todos os setores. Acabei de ler cinco relatórios de pesquisas (Gartner, BT, Protiviti, SAP e Fujitsu), todos divulgados em 2018, em que o objetivo principal da investigação foi o de entender os grandes desafios para a transformação digital. A seguir compilo e comento alguns dos principais desafios para a implementação dessa transformação.

Os colaboradores e líderes da organização possuem um baixo nível de conhecimento sobre tecnologias digitais e suas possibilidades de aplicação nos processos internos e no relacionamento com os clientes. Coleta e análise de dados, aplicações de sensores e conectividade, uso de ferramentas colaborativas, desenvolvimento de aplicativos internos, estão fora do alcance da maioria das pessoas dentro das organizações.

Os investimentos realizados em sistemas legados geram uma paralisia de ação. As decisões do passado criam aprisionamento tecnológico em torno de opções inflexíveis e ultrapassadas. A atualização para uma plataforma mais moderna é vista como um custo muito alto e como desperdício de recursos.

Uma Incapacidade de compreender as novas expectativas dos clientes. A experiência digitalizada do consumo de produtos e serviços está gerando todo um conjunto de novas expectativas e até mesmo necessidades. As empresas estabelecidas, com modelos de negócios tradicionais e historicamente comprovados, têm uma dificuldade em perceber essas mudanças de hábitos nos seus clientes, que repentinamente migram para novas propostas de valores.

A  Dificuldade de reagir rapidamente aos novos competidores disruptivos. O acesso fácil e barato à novas tecnologias proporciona uma grande quantidade de startups que entregam produtos e serviços não tão completos como os tradicionalmente disponíveis, mas que com o tempo e pela quantidade de opções, podem vir a romper com todo o modelo de negócio tradicional.

Os resultados obtidos com o modelo atual geram uma falsa sensação de tranquilidade e incentivam uma continuidade da estratégia em vigor. A exploração de novos modelos, que incluem a transformação digital, torna-se mais um risco do que uma oportunidade. Os indicadores de margem e retorno de investimento inviabilizam novas iniciativas, que exigem investimento, tempo e redução de resultados de curto prazo. O sucesso do passado é uma maldição para a transformação.

Como esperar então novos resultados se as empresas, equipes e líderes mantiverem o bom e velho planejamento e plano de execução?

Vale observar como as novas empresas (startups) começaram a se aproveitar das mudanças de hábitos e comportamentos que a tecnologia propiciou. O uso da tecnologia da informação, já faz algum tempo, acelerou a forma como desenvolvemos e executamos processos por meio da automação, mas agora também passou a afetar em maior grau os comportamentos dos nossos clientes e colaboradores. Observar estes comportamentos e incorporar estas mudanças passa a ser o real desafio para a transformação digital das organizações.

Contato ISE

Escreva aqui sua mensagem que retornaremos em breve!

Start typing and press Enter to search